Queijo Senzala

Queijo Senzala

Postado em:
Blog - Educação Queijeira
- 26/07/2017 13:53:13

Os queijos artesanais vêm ganhando cada vez mais espaço nas mesas dos brasileiros. A enorme variedade de sabores, aromas e texturas possibilita uma experiência gastronômica e cultural riquíssima que surpreende os paladares mais exigentes. Tradição, resgate e inovação se misturam nas práticas dos produtores. Um exemplo dessa mistura é o queijo mineiro Senzala.

Produzido pelo casal Joel e Marly, na consagrada microrregiao de Araxá (cidade de Sacramento), esse queijo ganhou recentemente o título de Super Ouro no concurso Mondial du Fromage 2017, França, o que significa que foi considerado o melhor do mundo na sua categoria (leite cru e massa prensada).

É um queijo tradicional porque é produzido numa região consagrada histórica e culturalmente, através do “saber-fazer” que caracteriza técnicas e costumes próprios. 

É um queijo inovador porque suas características, especificamente o tempo de cura e consequente “cobertura de mofo”, foram técnicas introduzidas agora a sua produção, tornando o queijo mais cremoso e com um aroma muito específico.

É um queijo de resgate porque a experiência de curar os queijos por mais tempo nas microrregioes de Minas foi uma prática comum durante muitos anos, sendo descartada com o tempo pela necessidade econômica dos produtores (curar o queijo significa uma demora na venda..).

Assim como diversos outros queijos artesanais espalhados pelo Brasil já entregues pelo Clube, essa superfície com traços de mofo branco (Geotrichum candidum) que se desenvolvem naturalmente nas salas de maturação de seus produtores é uma característica de resgate que vem gerando novos queijos fantásticos. Esses mocroorganismos, como tantos outros, compõe a microflora do queijo, caracterizando o terroir do mesmo.

Acontece que nossa legislação ainda não regulamentou essas produções e cria empecilhos para sua distribuição.

Conhecemos pessoalmente a Marly e sabemos da qualidade da sua produção. Já esta comprovado em diversos países que essa microflora do queijo é benéfica e não há nenhum risco para a saúde. 

O Clube só comercializa produtos de qualidade e continuará apoiando os pequenos produtores que desenvolvem essas maravilhas. Da mesma forma continuaremos acompanhando de perto os avanços no campo político para que o acesso aos queijos artesanais seja mais fácil!

Categorias

Fique informado!

+ Posts

Expedição ao Campo das Vertentes (4ª parte) – Um queijo especial
Expedição ao Campo das Vertentes (4ª parte) – Um queijo especial
Kit de Setembro/2017
Kit de Setembro/2017
Expedição ao Campo das Vertentes (3ª parte) – O premiado escondido
Expedição ao Campo das Vertentes (3ª parte) – O premiado escondido
Sol (SP)
Sol (SP)
Expedição ao Campo das Vertentes (2ª parte) – O famoso Catauá
Expedição ao Campo das Vertentes (2ª parte) – O famoso Catauá

Receba novidades por email

E-mail cadastrado com sucesso.